Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Histórico sobre REDES

Você sabia...

  1. ...que a rede de dormir é um artefato legado dos indígenas da América do Sul e que não há registro algum da rede antes da descoberta da América.

  2. ...que a primeira citação nominal em português da rede de dormir foi feito em 27 de abril de 1500 pelo escrivão da frota portuguesa, Pero Vaz de Caminha, na ocasião em que o Brasil foi descoberto.

  3. ...Que não há referência antiga da rede fora da América. O português haveria levado a rede para a Índia e para a África.

  4. ...Que de acordo com os registros colhidos até hoje, as redes possuem o <copyright> sul americano.

  5. ...que o nome “rede” foi dado por Pero Vaz Caminha (que é chamado “padrinho da rede”), devido à semelhança com a rede de pescar. Os índios a chamavam de “ini”.

  6. ...que a rede indígena era tecida em cipó e lianas (fibra de palmeiras). Com a chegada dos portugueses, as mulheres dos colonos adaptaram a técnica indígena as suas varandas, substituíram o tucum e passaram a fazer a rede em algodão enfeitando-a com franjas.

  7. ...que a manufatura da rede na sociedade brasileira dos primeiros anos do descobrimento e durante toda época colonial era ofício feminino, e que também sofreu influência dos jesuítas que ajudaram na sua disseminação em território brasileiro.

  8. ...As rede eram uma herança familiar e que eram peças obrigatórias em todos os antigos inventários feitos no sertão.

  9. ...que os portugueses criam, inspirados nas liteiras, a rede como meio de transporte, em que os colonos e suas famílias eram carregados em passeios pela cidade e até em viagens.

  10. ...Que a cama na casa grande era uma obrigação protocolar, dormia-se na rede.

  11. ...que a rede copiada pelos europeus no sec. XVI seguiu padrões planos, tal como as camas, onde se dorme no sentido do comprimento. Na rede indígena, ao contrário, deita-se na diagonal.

  12. ...que a rede de dormir jamais se popularizou-nos outros continentes, porque o modelo importado foi o europeu, deformada em esteira esticada.
Fonte: C\C2MARA CASCUDO, Lu\EDs da: Rede de dormir \96 uma pesquisa etnogr\E1fica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 
Redes Vitória © Todos os direitos reservados - FONE (85)3223-4203